Quer fazer uma pós em Advocacia trabalhista corporativa?

·

banner-da-pos-em-advocacia-trabalhista-corportiva
banner-da-pos-em-advocacia-trabalhista-corportiva

O Direito é uma das áreas mais complexas e com isso demanda muito estudo e atualização.

É essencial, para atuar da melhor forma, que o profissional ao sair da graduação tenha essa compreensão.

Neste artigo vamos falar da especialização na área do Direito trabalhista.

Por que se especializar em Direito trabalhista?

A especialização dos advogados na área trabalhista é de extrema importância devido à complexidade e dinâmica das relações de trabalho. 

Fizemos uma lista destacando as principais razões pelas quais se especializar nesta área é tão importante:

  • Legislação Complexa: O direito do trabalho é uma área do Direito que envolve uma legislação extensa e complexa. Com isso, os profissionais que se especializam na área conseguem oferecer orientações mais precisas e eficazes aos seus clientes.
  • Mudanças Constantes na Legislação: As leis trabalhistas sofrem alterações frequentes. Com isso os advogados precisam se manter atualizados sobre as mudanças na legislação, e um dos objetivos da especialização é esse.
  • Conhecimento das Jurisprudências: As jurisprudências desempenham um papel importante na resolução de casos trabalhistas. Os conhecimentos trazidos nos cursos de especialização e o estudo mais profundo das decisões judiciais passadas colaboram para fortalecer os argumentos dos profissionais.
  • Proteção dos Direitos dos Trabalhadores: A especialização é essencial para os profissionais que buscam atuar na área trabalhista e dessa forma garantir que os direitos dos trabalhadores sejam protegidos e de fato garantidos da melhor forma.
  • Estratégias Específicas para Empregadores e Empregados: Ao conhecer os desafios e preocupações específicos de cada parte, os profissionais podem oferecer aconselhamento jurídico adaptado à situação.
  • Agilidade e Eficiência: A especialização permite que os advogados se tornem mais eficientes na resolução de casos trabalhistas, pois estão familiarizados com os procedimentos, documentos e requisitos específicos dessa área. Isso pode resultar em resoluções mais rápidas e custos legais reduzidos para as partes envolvidas.

Em resumo, a especialização em direito trabalhista é crucial para que os advogados possam oferecer serviços jurídicos de alta qualidade, lidando de maneira eficaz com as complexidades legais e protegendo os interesses de seus clientes no contexto das relações de trabalho.

O curso de advocacia trabalhista corporativa da EPD

O Direito do Trabalho passou por reformas que lhe imprimiram nova configuração em todas as suas vertentes. O Direito Individual do Trabalho, o Direito Coletivo do Trabalho e o Direito Processual do Trabalho foram profundamente alterados, notadamente a contar da Lei 13.467/2017. Não bastasse isso, as novas tecnologias têm cada dia mais desafiado antigos conceitos trabalhistas, por conta das novas configurações laborais que trazem consigo. E não é só. A internet, os algoritmos, os aplicativos de celular, a inteligência artificial, enfim, um sem número de novas formas de trabalho e comunicação também causam repercussão no mundo das relações laborais e sindicais e na produção de provas na Justiça do Trabalho, exigindo um aprimoramento constante do profissional que atua nesse seguimento.

Todas essas mudanças exigem um novo olhar sobre o Direito Trabalho, não se perdendo de vista o amplo alcance dos direitos fundamentais, a função social da empresa e a livre iniciativa enquanto direitos consagrados pela Constituição Federal. O art. 7o, XXVII, da CF, aliás, protege o trabalhador em face da automação, na forma da lei, o que revela a dimensão e a importância do estudo desse ramo do Direito sob a ótica não apenas das novas tecnologias, mas também da necessária proteção do trabalhador e da liberdade para empreender.

E vale frisar que no campo do Direito Processual do Trabalho é cada vez mais frequente o uso de novas tecnologias, devido à informatização do processo judicial (Lei 11.419/2006 e CPC de 2015), à intensa utilização do Processo Judicial Eletrônico – PJe e ao uso cada dia mais frequente de provas digitais e de meios de execução através de programas computadorizados de investigação patrimonial, incluindo-se aí criptoativos.

É por isso tudo que a Escola Paulista de Direito – EPD, com seu tradicional conceito em desenvolvimento da pesquisa e do ensino jurídico, oferece seu Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Advocacia Trabalhista Corporativa, reconhecendo, uma vez mais, a importância do estudo desse ramo do Direito, agora por meio de uma nova ótica.

O curso de advocacia trabalhista corporativa tem duração de 18 meses e é ministrado por professores com profundos conhecimentos nas áreas do Direito do Trabalho e da Tecnologia, todos especialistas, mestres e doutores com amplo conhecimento teórico e larga experiência prática.

Não obstante, o curso prima pelo fornecimento de subsídios teóricos e, principalmente, práticos, despertando o senso crítico dos pós-graduandos, numa perspectiva profissional, de forma que sejam competentes intérpretes e aplicadores da legislação trabalhista em geral.

O curso tem a duração mínima de 18 meses e carga horária de 360 horas divididas em módulos. São eles:

MÓDULO I

  • Princípios e Fontes do Direito Individual do Trabalho Digital
  • Relação de Emprego e Indústria 
  • Tecnologia e Novas Modalidades de Contratos de Trabalho 
  • Direitos Trabalhistas Individuais no Mundo Digital: Alcance, Ameaças e Proteção 

MÓDULO II

  • Princípios e Fontes do Direito Coletivo e do Direito Internacional do Trabalho Digital 
  • Direito Coletivo do Trabalho e Direito Internacional: Repercussão do Ambiente Digital 
  • Direitos Fundamentais Aplicados ao Direito do Trabalho Digital 
  • Lei Geral de Proteção de Dados, Compliance Trabalhista, Due, Diligence e Propriedade Intelectual no Âmbito do Direito do Trabalho Digital

MÓDULO III

  • Princípios e Fontes do Direito Processual do Trabalho Digital 
  • Direito Processual do Trabalho Digital: Fase de Conhecimento 
  • Direito Processual do Trabalho Digital: Fase de Execução 
  • Visual Law, Novas Tecnologias e Processo do Trabalho Digital 

DISCIPLINAS COMPLEMENTARES 

  • Metodologia Científica da Pesquisa Jurídica 
  • Didática do Ensino Superior 

Quer se especializar? Acesse o site e conheça melhor o curso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *